Arquivo

Belly

pernas-cruzadas

Belly se lembra bem da primeira vez que o viu.

Locutor famoso, Ronaldo havia ministrado uma palestra na faculdade onde ela estuda. Foi a oportunidade perfeita para convidá-lo para ser o orientador da pesquisa que ela está fazendo sobre a influência poderosa da voz. Tão elegante, refinado e formal, que Belly até o achou distante e desinteressado. Mas ele a atendeu com prontidão e se ofereceu para ajudá-la em toda a pesquisa.

Nos dias que se seguiram Belly se descobriu fascinada. Alguma coisa a atraia naquele locutor elegante, mas um pouco frio. Belly é uma belíssima mulher, sensual e que sabe se vestir de modo a valorizar cada detalhe do seu corpo curvilíneo e sexy. Numa das muitas entrevistas que fez com ele ao longo do projeto de pesquisa, ela ousou: camisa de seda amarela, saia preta justa e curtíssima… qualquer homem a devoraria com os olhos ao vê-la elegantemente sentada, exibindo pernas maravilhosas, coxas quentes… Mas durante toda entrevista, o locutor em nenhum momento olhou ou esboçou qualquer reação. Nem mesmo um elogio.

Belly saiu da entrevista sem entender e com raiva. Sabia que estava muito gostosa e nem um olhar dele recebeu. Estava certa que veria o desejo brilhando nos olhos dele, mas nada. “Todos que me olham querem me comer e ele nem repara?!”. Como é possível? Ficou numa sala com ele durante mais de uma hora, a saia curtíssima deixando à mostra pernas e coxas maravilhosas… e nem um olhar disfarçado de interesse. Belly range os dentes de raiva, raiva e tesão. Será que ele é gay? Elegante, educado, respeitoso, bem vestido, rico… e gay? Belly não pode acreditar. Apesar do ar-condicionado sente calor… um fogo no corpo correndo por baixo de suas roupas enrijecendo seus mamilos e encharcando sua calcinha.

Belly morde os lábios e admite para si mesma: quero transar com ele.

no title 97_ABrito

Enquanto respirava descompassado, por estar tão acelerado o coração, enquanto perdida naquela mansão Belly tentava entender o que estava acontecendo. Não acreditava que seu adorável locutor estava lhe pregando aquela peça.

Quando estava numa sala ampla diante de uma imponente estátua de Afrodite, sentiu uma mão forte em suas costas, a voz grave sussurrou pedindo que ficasse quieta e, num movimento rápido ele a vendou. O coração de Belly parece que ia saltar, ainda mais quando sentiu que ele lhe abria o zíper do vestido.

 

 

 

 

 

Foto de ABrito

"Entre Aspas"

"Sempre conservei uma aspa à esquerda e à direita de mim" ─ C. L.

Hasifmustafa's Blog

Just another WordPress.com weblog

bohemian.on.rye

The website of Katie Pugh, writer

The Happy Logophile

... obsessed with words for more than thirty years.

Julie Foucher | Reebok CrossFit Games Athlete

Musings of Medicine and Muscles by Julie Foucher

sethsnap

Photographs from my world.

matando o anjo da casa

salomepontocoelho

LIVE SHOWS PORTUGAL

Música em movimento

anagabigabriela - eu e meus pitacos sobre a vida

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

Sophysticada

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

O Sussurrar do Corpo

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

la femme, la douce

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

MEU SONHAR

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.