Meg

Adoro quando ele implora

Ajoelhado na minha frente, ou atrás

Suspirando pela minha atenção Imagem1a

Salivando pelo meu sexo.

Adoro quando ele rasteja

Sem orgulho alguma se humilha

Suporta meu desprezo

E vem como um cachorrinho medroso

Se esgueirando, relando na minha perna

As mãos temerosas subindo atrevidas pelas minhas coxas

A boca sedenta se abrindo para me chupar

Apavorado com a possibilidade de receber um chute

Mas fascinado demais para se afastar

Enfeitiçado demais para não tentar.

Anúncios
2 comments
    • valeu, grande abraço
      (já me deliciei no seu blog “o rabo)

      abraços!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

"Entre Aspas"

"Sempre conservei uma aspa à esquerda e à direita de mim" ─ C. L.

Hasifmustafa's Blog

Just another WordPress.com weblog

bohemian.on.rye

The website of Katie Pugh, writer

The Happy Logophile

... obsessed with words for more than thirty years.

Julie Foucher | Reebok CrossFit Games Athlete

Musings of Medicine and Muscles by Julie Foucher

sethsnap

Photographs from my world.

matando o anjo da casa

salomepontocoelho

Raquel Varela

Historiadora Labour Historian

LIVE SHOWS PORTUGAL

Música em movimento

anagabigabriela - eu e meus pitacos sobre a vida

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

Sophysticada

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

O Sussurrar do Corpo

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

la femme, la douce

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

MEU SONHAR

Meus dias, safadeza, agonia e poesia; afinal, o que me move é querer mais um segundo com você.

%d bloggers like this: